segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

Tudo x Nada


Tudo e Nada:
Um casal, mãos dadas.

Tudo deseja ir em frente,
Nada deseja ir embora.

Tudo sorri ao vislumbrar o sentimento,
Nada se esconde em sua angústia.

Tudo confia no que há de vir,
Nada foge do futuro.

Tudo quer amar, se perder.
Nada quer esquecer.

11 comentários:

Ceisa Martins disse...

Eu gostei!
E quermo muito tudo e nada assim na minha vida tambem!

Beijos!

Paulo disse...

Egocentricamente citando a mim mesmo:
"Todo dia é o sol que brilha
Porque o futuro é escuro"

Agora postar no blog poesia às quatro da manhã de domingo...não é pra qualquer um.

Beijo!

Leonardo Curcino disse...

tudo é nada? essa é a primeira questao que me veio na cabeça. dualismos. a vida é cheia disso. muito tudo, muito nada. muito muito, muito pouco.

é dificil controlar o meio termo e manter a situaçao equilibrada. pessoas exageradas (meu caso) ou sao tudo ou sao nada. é dificil ficar no meio do caminho.

acho que o que movimenta e mantem o tudo é a motivaçao. espero te manter motivada o suficiente pra ser quase sempre tudo e quando for nada, espero estar ao seu lado pra te ajuar a ser tudo de novo!

(:

Andre Martin disse...

Muito bom!
Tanto a "personificação" do Tudo e do Nada, como a leitura literal das frases onde tudo é tudo mesmo e nada também é nada mais que si. E as expressões se completam.
Tirou isto de onde, menina? rsrs

Lih disse...

hahaha
momentos de inspiração, andré.
(;

Inside Me disse...

tudo e nada, paradoxos precisos, necessários e se completame m nossa vida. bjocas e tudo de bom, ah e nada de sofrimentos, hehhehehehehe bjs

Daniel disse...

Ótimo poema! Parabéns.

http://so-pensando.blogspot.com

minicontosperversos disse...

gostamos da leveza e otimismo do TUDO

«« ڱemöґïvö »» disse...

wooowwww. Acabei de encontrarme nese meio de tudo e nada... Mediocre? Talvez, mas quem nao e´? rs
Adorei.

Beijos

Ray

Geminiana Doce disse...

Tudo de bom esse poema...
Salve Geminiana...
Paz e Luz

Jairo Souza disse...

Voto pelo tudo! Ir em frente sempre e amar! òtimo poema e ótima foto! abçs!