quarta-feira, 21 de outubro de 2015

SR+

Uma vida controlada pelo Princípio de Premack: acordar cedo para trabalhar x te encontrar após o expediente; ir à faculdade x te esperar após as aulas; produzir artigos científicos x ter a sua admiração; fazer relatórios x dormir ao seu lado. Se não houvesse você como estímulo reforçador – o de mais alta magnitude, aliás – a vida com certeza seria apática, insustentável. Se o amor é um comportamento aprendido, selecionado por suas consequências, estou certa de que as consequências do nosso não poderiam ser mais positivamente reforçadoras. Só você sabe manipular contingências com maestria para provocar em mim a maior felicidade que alguém pode ser capaz de sentir. A propósito, você é minha contingência matricial. Meu reforço generalizado, minha fonte de dopamina, meu produtor de respostas galvânicas.
Você é tudo o que a ciência admite existir, mas ainda me deixa incrédula - tamanha a sua perfeição.

Um comentário:

danilomazzoni disse...

Dias como hoje me fazem reconhecer que a vida é maravilhosa. Ter você, planejar um futuro e vê-lo concretizar a cada dia. Um sagui-de-tufo-preto, condicionado para fazer minha esposa sorrir sempre que chegar do trabalho (assim como a Poly, com o chinelo), crianças lindas que serão o nosso orgulho, uma adorável casa e muita produção científica e literária.
Amor, você é o calor que eu sempre necessitei. Sou completo com você. Amo sua pele, seu cheiro, seu olhar... enfim, tudo que tenha relação com a minha princesa! ^^
Tantos momentos lindos já vivemos juntos, e nossa história está apenas começando.
Eu te amo, Sugarzinha!