quinta-feira, 31 de julho de 2008

Questões que não levam ninguém a lugar nenhum

Por quê precisamos necessariamente ter um inconsciente?
As coisas não seriam bem mais simples se fizéssemos tudo conscientemente, do tipo “quero fazer algo da maneira ‘x’ e vou fazer assim porque eu [leia-se ‘meu consciente’] quero”, sem que obscuridades intelectuais ficassem atrapalhando tudo?
.
.
Nota Mental: Não, eu não gosto de inconscientes.

13 comentários:

Charles Ribeiro disse...

e aquilo que dizem, ser o inconsciente uma consciência não-discursiva? (a pergunta mesmo é só pra puxar assunto, sinta-se a vontade em ir adiante e responder ou não)
--

ah sim
'tava procurando o título de um conto do Caio F. através de uma citação, encontrei aqui e fui lendo outras coisas e fui ficando, vou ficando

Claudinha disse...

Bah, sei lá guria, talvez a gente não seja suficientemente forte e maduro pra encarar todas as nossas próprias vontades, limitações, potencialidades, enfim, encarar a nós mesmos de cara limpa. É um saco ter que assumir o fato de que somos muuuuito mas muiito limitados, começando pelo fato de não conseguirmos enxergar a nós mesmos... Enfim, viajei legal agora...
Só me diz uma coisa, essa revolta com o teu inconsciente é reflexo de uma sessão d terapia, rs? Bjks guria! \o/

Leticia disse...

Ah menina não precisamos , temos necessariamente.
E talvez seja mesmo pra se justificar as coisas injustificáveis...

iara-alencar disse...

Oi lih, saudades.
isso nao existe é os uma invenção da sua cabeça.

Mau Camus disse...

O inconsciente é uma forma dissimulada de consciência. risos

Bjos, Lih

TOOP disse...

Pois é... Sempre vai ter algo ou alguém para atrapalhar... ou nos estumular às duvidas.

;)

«« ڱemöґïvö »» disse...

já eu adoro ele. Vivo dele.
Mas é preciso saber dominá-lo e não ser dominado.
Beijo

ray

minicontosperversos disse...

A LETÍCIA ali em cima disse tudo. Se não houvesse íamos botar a culpa em quem.

Ou sendo mais populares: "inconsciente não exuste, é uma coisa que colocam na sua cabeça"; ih, mas isso não era pras guampas?

Daniel disse...

É verdade! Concordo contigo. Bjus.

http://so-pensando.blogspot.com

Sujeito Oculto disse...

Pois é, a descoberta do inconsciente foi a perda definitiva do controle humano e o fim de todas as idéias iluministas. Somos idiotas que não controlam nem o próprio pensamento!

Leonardo Curcino disse...

ehauehauehau. boa! gostaria de saber tambem!

Telma K. disse...

Nós não temos um inconsciente, os outros que nos dão um quando não entendem porque fazemos algo.

Não podemos saber o que o nosso próprio inconsciente diz, só o dos outros.

Inconsciente é desculpa ou farra!

Beijokas.

Mr. Jairo Souza disse...

putz é verdade msm! qnd agnt para pra pensar estraga tudo mesmo neah!
sei lah as vezes eu prefiro ser fútil do que para para pensar em tudo sabe! torna tudo mais desgastante e amargo!