terça-feira, 20 de maio de 2008

Meu mundo

Quiçá minha alma possua, ainda que frustrado, um quê de poesia.
Os melhores poetas tiveram inerentes às suas personalidades excêntricas, razoáveis doses de melancolia, nostalgia e tristeza. Vide, respectivamente, Mário Quintana, Clarice Lispector e Augusto dos Anjos, dentre outros.

Identifico-me com as citadas peculiaridades de cada um, embora seja impossível fazer qualquer comparação com a genialidade de mestres tão notáveis.
Enfim, o fato é que algo em comum cinge-nos, porquanto também me isolo em minha solidão e me encontro quando escrevo. Me encontro em minhas bobagens alucinadas, em meus sentimentos dispersos, em minhas angústias, em minha cólera impetuosa e em qualquer verso solto que me aflora à mente.

Fabrico versos, frases e rimas a meu bel-prazer. São minha válvula de escape, meu refúgio.
E é assim que me escondo do mundo: atrás de minhas linhas.

12 comentários:

Bruno disse...

Taí um bom (e bonito) esconderijo. Tanto que nem se parece com um.
Quanto ao link, nenhuma objeção, pelo contrário :) Farei o mesmo por lá,
Bj

Regiane Karpuska disse...

Gostei muito do seu blog!!!
Esta muito legal!
Parabéns

Leticia disse...

Todos nós blogueiros...

Mr. Jairo Souza disse...

A tristeza é um proceso por qual todos nós devemos passar, viver intensamente é isso!
Não só aproveitar intensamente as alegrias mas as tristezas também, tirando sempre bons frutos e lições disso.
Ps.: Suas linhas são ótimos frutos! Acredite!

Claudinha disse...

Concor4do com o Jairo... Temos q tentar "tirar proveito" da tristeza q nos invade... Vc faz isso com maestria guria!! Bjs (obs.: O q aconteceu com o blog http://eenqunatovocedormia, da Andréia, tu sab??)

TOOP disse...

Lindo... sobre como a melancolia pode ser criatiativa.
:)

Gosto muito da tristeza de Caio Fernando Abreu... Recomendo
Bjus

Segunda a Sexta disse...

Acho que é aí que mora o problema:

Procuramos linhas tortas, que fazem loopings e que nos dêem mais prazer pra nós do que as respostas das letras organizadas.

Acertei?

Beijo!

Daniel disse...

Solidão vez ou outra faz bem. Bjus.

Anônimo disse...

Nossa... muito bonito o texto!Acredito que escrever é uma forma transpor os sentimentos, em uma simples folha de papel, ou espaço em branco no computador!!
O texto coberto de sentimento é completo, "ilustrado" eu poderia dizer... mas apenas um coração sensivel consegue transformar angústias, dúvidas, incertezas... apenas esse coração pode trasnformar sentimento em palavras e iluminar os olhos dos meros leitores!! =D
Você escreve com o dicionário né!! =P
hehe
Sucesso

Toninho Moura disse...

Somos muito tristes quando escrevemos, mas vivemos nossas vidas com alegria.
Não parece estranha esta dicotomia?

Te descobrimos graças ao "minicontos".
Venha nos visitar!
Começe com "Parte Joker - I can't quit you baby", para conhecer o que fazemos de "sério".
Depois, conheça "As aventuras do Capitão Ócio", a novela policial "A caça ao Encoxador Misterioso" e descubra que, no fundo, somos uns palhaços!
Braços!

«« ڱemöґïvö »» disse...

=I
Impressionada*

Noto isto em ti. Aliás, por vezes tb me sinto assim. A cabeça embaralha as idéias e quando coloco-as no papel, tudo vai criando um outro sentido e a realidade vai tomando forma...como numa pintura impressionista
beijo

Ray

Daniel disse...

Oi Lih. Vim convidar vc além de freguentar o Só Pensando, da uma passada nesse blog aqui:

http://poetasreunidos.blogspot.com/

Bjus.