terça-feira, 27 de maio de 2008

Polly

- Tchau, Polly. Dá tchau pra mamãe.

Ela encosta o focinho molhado no vidro do carro e me olha com aquela expressão curiosa, como se indagasse “Pra onde você está indo, mamãe? Eu quero ir também!”.
Eu, já do lado de fora do carro, dou um último aceno para as duas e vou para o escritório.
E no momento em que o carro dobra a esquina, eu ainda consigo ver minha pequenina no banco de trás, com uma das patinhas apoiada no vidro, também acenando para mim.

8 comentários:

Daniel disse...

Afetuosa vc com sua cadela não? Quando tinha cachorro, quando ficavam me olhando a minha única ação era dizer - sai daqui cachorro chato! rsrsr Bjus.

Bruno disse...

Antes dessa minha atual experiência gatesca eu tive um boxer. Perder ele doeu pacas, mas a alegria de ter ele ao meu lado por 13 anos eu não troco por nada :)

Segunda a Sexta disse...

"E a gente vai saber, claro de um trovão, se alguém depois sorrir em paz."

Beijo!

Mr. Jairo Souza disse...

huehueuh
nhÓ!
q fofu!
^^
fiquei até com vontade de ver uma fotu da polly!
XD

Xu disse...

Ahh a polly eh muito expressiva huahua.. e mto linda tb. Puxou da mãe =x

e a propósito: Miss you you pretty girl

love you so much..
xoxo

Vivi Floripi disse...

adoreeei isso aqui !
bom saber q c tbm gostou d lá...
estou curiosa pra saber como me achou.

voltarei aqui mais vezes.
muito mais eu acho.
bjo

«« ڱemöґïvö »» disse...

rsrs quanto amor hein.
Tb adoro minha cadela (Chama-se Lince).^^

Ray

TOOP disse...

ai q bonitinho!
:)

Geminiana sim... e da pá virada.
*22 de maio.