terça-feira, 24 de junho de 2008

Da falta de bom senso alheia

Acho muito digno preservar determinadas coisas, até porque o contrário implicaria numa completa falta de bom senso.

Hoje aconteceu algo que me fez parar pra pensar sobre isso: um ex namorado escrevendo algo para a atual no Orkut, que sempre dizia para mim.
Nem venham me falar que é ciúme meu, porque o ex é bem ex e não tem mais nada a ver faz tempo [além do que, ciúmes, só do meu namorado... hohoho], mas poxa... palhaçada né? Imaginem a cara da moça se soubesse que o namorado, aparentemente tão apaixonado, diz pra ela as mesmas coisas que dizia para as ex namoradas. Ohhh!

[*Espanto]

Olha, é sério. Quem diz a mesma coisa pra todo mundo, ou está mentindo, ou é bem imbecil, ou não tem o mínimo de criatividade. E as três coisas, na minha opinião, são muito escrotas.

Tenho um amigo que sempre faz coisas desse tipo. Ele namora duas meninas e no dia dos namorados preparou dois scrapbooks com várias fotos. No final, escreveu uma música nos dois. Detalhe: ele escreveu a MESMA música para as duas namoradas. E ainda realizou outra façanha: o moço comprou três alianças, uma para cada namorada e a outra para ele usar.
[E que elas nunca saibam da existência uma da outra, senão, dá-lhe barraco].

Enfim, docinhos... quando forem assumir um romance ou algo do gênero, preocupem-se em não se tornar completos boçais desorientados que fazem coisas desse gênero.
Porque oi? É patético.
^^


Ps¹: Ando numa crise de inspiração. Escrevo, escrevo e parece que nada fica bom. Argh, odeio isso.
Ps²: Talvez seja por causa dessas babaquices que eu seja tão ciumenta e desconfiada. Porque se algum dia meu namorado apronta uma dessas comigo eu enfarto, mas antes enforco ele. o/

4 comentários:

Harry disse...

Caramba... Só tem malandro por aí hein!?!?!?
Hehehehehe.
Beijos Fada.

psique disse...

Po, brigado por retribuir a visita. As vezes me parece que apenas as aranhas do google lêem meu blog. Ok, agora deixando o momento "mamãe, ninguém me ama" de lado...
Gosto de pensar que o "tá convidadA a voltar..." q vc escreveu foi apenas um erro ortográfico. Se não foi, finja que foi, assim não terei crises existenciais pensando que escrevo como mulher (nada contra a redação das mulheres, veja bem...). :P

Enfim... brigado mesmo pela visita. Volte sempre!

Lih disse...

gafe.
=x

minicontosperversos disse...

Tá bom, Aline.

Agora transfira essa praticidade para outras instâncias da vida e vc perceberá que o cara leva jeito nos processos de administração. Lembra da mais valia?

Ironias à parte, é o jeito masculino de pensar. Não tem como dissociar.

Por isso o nosso desafio constante de ver o mundo sob a ótica das mocinhas.