quinta-feira, 19 de junho de 2008

Literatura Francesa

Carta de Henry para Anaïs, do livro Do Diário Intimo de Anaïs Nin, no melhor estilo ‘saudade e desejo, paixão e loucura’:

Deus me perdoe se esta carta alguma vez for aberta por engano. Não consigo evitá-lo.
Quero-te. Amo-te. Tu és comida e bebida para mim, és todo o raio da Máquina da vida, deitar-me em cima de ti é uma coisa, mas aproximar-me de ti é outra. Sinto-me unido a ti, um só contigo, pertences-me quer isso seja sabido ou não.
Cada dia que espero agora é uma tortura. Estou a contá-los lentamente, dolorosamente. Mas vem o mais depressa que possas. Preciso de ti. Meu Deus, quero ver-te em Louveciennes, ver-te naquela luz dourada da janela, com o teu vestido verde Nilo e o teu rosto pálido, uma palidez gelada como a noite do recital.
Amo-te como tu és. Amo as tuas ancas, a tua palidez dourada, a curva das tuas nádegas, o calor dentro de ti. Anaïs, amo-te tanto, tanto! Estou a ficar sem palavras. Estou aqui sentado a escrever-te com uma tremenda ereção. Posso sentir a tua boca macia fechando-se sobre mim, a tua perna apertando-me com força, voltar a ver-te aqui na cozinha levantando o vestido e sentando-te em cima de mim e a cadeira a andar pelo chão da cozinha, fazendo tamp, tamp.
Henry


Henry e June - Do Diário Intimo de Anaïs Nin (Pag. 177)
Henry Miller

14 comentários:

Psiqué disse...

Ah, o estilo de vida bohêmio... As imagens pitorescas de Lautrec refletidas em um texto de Balzac.
Ah, Kaufman, pai de Goldstein, o que disse da senhorita Culmell, para no final culminar em Satine e Christian, filhos de Luhrmann.
Oh bohemia, bohemia... que me tens de regresso.

P.S.: Te juro que eu não queria soar como Chapman, Cleese ou Gilliam.

Leticia disse...

É o barulhinho da cadeira é bárbaro kkk
Dá pra sentir a urgência do amor de Henry...

TOOP disse...

ótimo trechinho.
;)

Leonardo Curcino disse...

ainda nao tinha visto a cara nova no blog.

engraçado que essa foto nao condiz muito com seu atual estado e nenhum o seu humor. parece que vc ta tao feliz. estou errado? espero que esteja certo!
^^

Daniel disse...

É um texto intenso... Percebe-se o amor e o desejo sentidos. Bjus e bom final de semana.

http://so-pensando.blogspot.com

Toninho Moura disse...

Acho que eles fazem o que todo mundo faz, ou deveria fazer.

minicontosperversos disse...

Já pensou em converter esse texto para a doçura do português do Brasil? Ele é muito bom mesmo, e em "brasileiro" ia parecer mais contemporâneo ainda.´

Só como experiência, não como sugestão. Beijos... e continuamos na subida

Danielle disse...

Oiee =D Bom...Achei seu blog por acaso, qnd estava procurando algo no google. E achei bacana as coisas q vc escreve.rsrs...Vc parece ser legal de conversar, gosto de pessoas com conteúdo, e senso de humor. Se quiser fazer uma nova amizade...Vai ser legal! Pq adoro conhecer pessoas novas, trocar idéias, falar merda...etc... =P
^^
Qualquer coisa, me add no msn. N tenho orkut. N tenho mais saco p aquilo. -_-'
Então...É isso...Bjss
E o msn, caso vc queira conversar, me responde aqui nos comentários se vc quer, sei la neh... xD Aí eu te dou o e-mail, tah?
Besitos... Aff, desculpa escrever tanto. >.<

Lih disse...

oii dani!
hahaha eu falo pra caramba também.
^^

olha se quiser add, meu msn é linni_lima@hotmail.com

beijo e obrigada pela visita.

F. disse...

Esse texto é tudo que eu gostaria de ouvir de alguém.

Beijos ;)

j. frusciante disse...

literatura francesa?
leia "O Estrangeiro", de Alber Camus

terminei hoje, bom demais.

Iara Alencar disse...

Toda vez que entro no seu blogue tem um modelo diferente rsrsrs e falam de mim!!!
Sabe que todas as cartas de amor são ridiculas, mas em meu tempo eu escrevi cartas de amor, como as outras, ridiculas.

Danielle disse...

disse...
oii dani!
hahaha eu falo pra caramba também.
^^
olha se quiser add, meu msn é linni_lima@hotmail.com
beijo e obrigada pela visita.
Oieee Lih =D
Po...Brigada por me dar o seu msn. Q bom q fala mto, é ótimo p conversar. ^^ Vc é das minhas \o/
Tb sou geminiana \o/
rsrs =P
Besitoss =)
Já te add no msn ^_^

Danielle disse...

Ihh...o comentário ficou tdo doido. Aff -_-'

xD