quinta-feira, 10 de abril de 2008

A máquina


Às vezes tenho algumas idéias infantis, inconcebíveis.
Por exemplo, ‘preciso de uma árvore que dê dinheiro’ ou ‘preciso de um chocolate que se regenere a cada mordida e não acabe nunca’.
Confesso que ambas as idéias me soam muito agradáveis, tanto a de uma árvore capitalista quanto a de um chocolate eterno. Mas na verdade a minha idéia inconcebível mais maluca e também aquela que eu mais gostaria que existisse, consiste numa máquina de fazer as pessoas felizes.

Como sou boba, meu deus.
No entanto, seria tão simples... se alguém estivesse triste, bastaria colocar o sujeito dentro da máquina, apertar um botãozinho qualquer e zóin: imediatamente teríamos uma pessoa feliz.
A tecnologia evoluiu bastante nos últimos tempos, mas infelizmente existem coisas que ela ainda não pode nos proporcionar... uma delas é essa tal máquina, que por enquanto só existe na minha mente fértil.

Uma pena.
E se algum dia a tecnologia evoluir a tal ponto, tenho a certeza plena de que será o maior invento do mundo.


*Lih passa por alguns distúrbios psicológicos às vezes mesmo.

10 comentários:

Geminiana Doce disse...

Oi Lih....é só colocar as músicas que marcaram sua vida.São 6 e depois repassar pra mais 6 blogueiras.Não entendi o que escreveu,rsrs.Quem é Meme?rsrs
Bjos e luz

Geminiana Doce disse...

Agora que entendi o que é meme...é a corrente né?
Meu blog deu um pit e desapareceu tudooo...rsrs
Já tá lá...dá uma olhada e responde...bjos

minicontosperversos disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
minicontosperversos disse...

Olha, tem sim máquina de fazer gente feliz, A"lih"ne. E várias modalidades.

Tem umas de tomar (lítio, prozac, cerveja, drogas de diversão), tem umas em que um casal que se gosta entra dentro e os dois saem com baitas sorrisões algum tempo depois, tem pessoas cujas mãos são verdadeiras máquinas de fazer gente feliz, mas a principal é (vamos soar piegas) o sorriso de uma criança que a gente ama.

Bjs (ah, sim, um beijão bem gostoso também é)

lucas disse...

a teoria da racionalidade tecnológica me faz crer que jamais deve existir tal máquina... mas como pra ti o impossível é nada, então quem sabe né?!?!

TOOP disse...

Eu qria uma máquina dessas!
Uma q faz Zóinnnn.

sieger disse...

eu tb queria...
mas, por enquanto, fico com as endorfinas que o cigarro libera no sangue.

Claudinha disse...

Mas desse jeito a felicidade não iria viram uma espécie d mercadoria?! Sua capitalista!!!!! A árvore, depois isso...rsrs
Shiiiiii... Olha a estraga prazeres aqui acabando com a tua fantasia...hehe!!
Qndo inventarem quero uma máquina dessas pra mim!! ;D
Bjs e bom final d semana!

««§εмф†ϊvф»» disse...

kkkk. Quase a síndrome do coringa (Batman) essa sua m[aquina aí né?! uahuahua

Mas seria meio interessante...

Grande beijo

Ray

Scliar disse...

La em casa, eu tinha arvore de pirulito. Pegava os pirulitos e saia dependurando nos galhos. A criançada ficava toda feliz! Agora, tem que dependurar prozac, né? Boa semana, com arvores e maquinas. Boa semana! (ja falei, é? Ai, este tal Dr. Alzheimer...)