terça-feira, 22 de abril de 2008

Sempre há uma viagem

E por onde andavam seus pensamentos naquela tarde nublada e chuvosa?
Perdidos em algum lugar do passado.
E num ímpeto tais pensamentos conseguiam teletransportar-se, conduzindo-a de tempos já idos a reflexões sobre seus momentos futuros.

Sim, ela ainda achava tudo aquilo muito curioso...

6 comentários:

lucas disse...

faz bem em resignificar...

Claudinha disse...

A cabeça anda looonge, entaum...?Acooorda mulher! Brincadeira... Essas "viagens" nos ajudam a reacomodar as idéias, a compreender fatos e seguir em frente com um nível razoável de bom senso e sanidad...Bem, funcionou assim pra ti? :-D

Daniel disse...

Concordo com a Claudinha. Bjus.

victor disse...

da curiosidade provém a certeza :]

tento te manter no presente, menina. palavras de um egoísta paranóico. :]

Leticia disse...

Ás vezes a viagem é tão boa que não queremos voltar , aí reside o perigo.

««§εмф†ϊvф»» disse...

=]

Assim como ela, acho isso curioso, mas não o momentop e sim o post.Estou tentando ler as entrelinhas.
Ray