domingo, 15 de julho de 2007

Família

Estava pensando hoje na minha família, e no quão importante ela é para mim.
O meu irmão foi um presente na minha vida, é um anjo (até no nome) que eu amo demais.
A minha mãe é uma mulher forte e vencedora. Sempre me deu bons exemplos e sequer consigo pensar na hipótese de perder essa mulher.
A Polly é uma dorminhoca, leal, companheira e festeira, sempre alegre ao me receber com os chinelos na boca.
Pois bem, o que seria de mim sem essas criaturas fantásticas na minha vida? Eles são todo o meu apoio, meu porto seguro.

E eu sou uma mulher de muita, muita sorte por tê-los ao meu lado, cuidando de mim e fazendo com que eu me sinta mais importante a cada dia.

Um comentário:

Thiago disse...

Tá aí uma coisas para qual nunca podemos deixar de dar valor, são das poucas pessoas nas quais podemos confiar de verdade.